SEJA BEM VINDO(A) !

quarta-feira, 4 de julho de 2012

FORUM RESÍDUOS SÓLIDOS GUARUJÁ/BERTIOGA - DIRETRIZES DA LEI 12.305/2010


OS RESPONSÁVEIS PELO GOLPE DAS SACOLINHAS CONTRA OS CONSUMIDORES PAULISTAS

O TIME QUE MONTOU E APLICOU CONTRA OS CONSUMIDORES PAULISTAS


Através de uma campanha que dissimulou estar preocupada com o meio ambiente, a qual intitularam VAMOS TIRAR O PLANETA DO SUFOCO, diversas leis e infrações foram cometidas contra os consumidores paulistas!


João Galassi 
Presidente da APAS - Associação Paulista de Supermercados
Incentivador principal e garoto propagandista da campanha.

Bruno Covas
Deputado Estadual  licenciado e Secretário Estadual de Meio Ambiente de São Paulo. - Idealizador da campanha que convenceu o Governo do Estado a apoiar.

Orlando Morando
Deputado Estadual - Articulador, defensor e lobista tanto no Governo como junto a empresários no setor envolvido e na Assembléia Legislativa.

Geraldo Alckmin 
Governador do Estado de São Paulo - Apoiador, promoveu através de eventos pirotécnicos, gastos de recursos públicos, confecção de cartilhas, pressionou o Ministério Público paulista e o PROCON paulista a se omitirem e prevaricarem no cumprimento das leis e infrações cometidas na aplicação da campanha, VAMOS TIRAR O PLANETA DO SUFOCO contra o consumidor paulista.

sábado, 2 de junho de 2012

Para entender melhor CPI Cachoeira, Ministro Gilmar Mendes, Demóstenes, VEJA por Bob Fernandes

Para entender melhor CPI Cachoeira, Ministro Gilmar Mendes, Demóstenes, VEJA por Bob Fernandes




O Jornalista Bob Fernandes fala de forma clara sobre o emaranhado que
 envolve a CPI do Cachoeira, o Ministro Gilmar Mendes e VEJA
numa conversa duvidosa com o ex presidente Lula.

sábado, 5 de maio de 2012

VETA DILMA

VETA DILMA




ASSISTA AO VÍDEO E SABERÁ A VERDADE SOBRE O CÓDIGO FLORESTAL!

DELEGADO NO LIMITE DESABAFA! REFORMA DO JUDICIÁRIO JÁ!

DELEGADO REVOLTADO COM IMPUNIDADE! 

REFORMA DO JUDICIÁRIO JÁ




- Isto vem acontecendo em todas as delegacias do Brasil! 
- Em todos os Estados e na maioria dos Municípios!
- Policiais e outras vítimas já morreram na mão de delinquentes juvenis os quais em menos de 48 horas estão soltos de volta ao crime, sendo ferramentas do crime organizado, pelas mãos de Juízes incompetentes ou Medrosos!

- Que se mude o poder da detenção do menor para o conselheiro tutelar e o delegado de polícia, o parecer conjunto sobrepõe a vontade do juiz (Numa reforma no caso)!

- Pois Tanto os Delegados de Polícia e seus agentes como o Conselheiros Tutelares é que enfrentam os casos nos plantões no dia a dia!

segunda-feira, 2 de abril de 2012

DIA 03 DE ABRIL DE 2012 - O DIA QUE SÃO PAULO RASGOU A CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA!

03 de abril de 2012
"O DIA QUE SÃO PAULO RASGOU A CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA"

APAS LANÇA NOVA CAMPANHA 
 " VAMOS TIRAR O CONSUMIDOR DO SUFOCO"

COMPARTILHE ESSA IDÉIA!!









segunda-feira, 19 de março de 2012

FRAUDE NA SAÚDE PÚBLICA! AUDITORIA NAS LICITAÇÕES DA SAÚDE PÚBLICA NAS CIDADES COM MAIS DE 200 MIL HABITANTES JÁ!

A CORRUPÇÃO NA SAÚDE PÚBLICA!
ISSO ACONTECE NA MAIORIAS DOS HOSPITAIS DO PAIS

VAMOS LIMPAR NOSSO BRASIL!

EXIGIMOS AUDITORIAS NAS LICITAÇÕES DOS HOSPITAIS PÚBLICOS EM CIDADES COM MAIS DE 200 MIL HABITANTES PRA COMEÇAR!

Reportagem do Fantástico dia 18 de março de 2012




quinta-feira, 8 de março de 2012

Conar suspende campanha da APAS! Se não te derem sacolinhas PROCON NELES! É MULTA!

Reduzir, Reutilizar e Reciclar. Afinal, elas não andam sozinhas, né? Pratique! Dê o exemplo! O planeta agradece!

Conar suspende campanha da APAS que prega o banimento de sacolas plásticas

Quinta-feira, 8 de março de 2012

A campanha publicitária da Apas sobre as sacolas plásticas foi suspensa por unanimidade de votos, em reunião da 1ª Câmara, por estar fora dos  padrões legais da normatização do Conselho.




O Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (CONAR) decidiu por unanimidade, na última quinta-feira, 1º de março, pela suspensão da campanha Vamos tirar o planeta do sufoco, veiculada em jornais, revistas, internet, outdoor e materiais promocionais e ações internas nos supermercados, com objetivo de mostrar as sacolas plásticas como vilãs do meio ambiente. A campanha é uma iniciativa da Associação paulista de Supermercados (Apas) e do Governo do Estado de São Paulo.

A campanha publicitária da Apas sobre as sacolinhas foi suspensa por unanimidade de votos, em reunião da 1ª Câmara, por estar fora dos padrões legais da normatização do Conselho, especialmente no aspecto que zela pela sustentabilidade, pelas questões socioambientais e pelo direito do consumidor.

A decisão está publicada no site da entidade: www.conar.org.br




OS ESTABELECIMENTOS QUE NÃO ENTREGAREM AS SACOLINHAS DE GRAÇA SERÃO MULTADOS!

OS CONSUMIDORES QUE SE SENTIREM PREJUDICADOS DEVEM PROCURAR O PROCON DE SUA CIDADE OU REGISTRAR A QUEIXA ELETRÔNICAMENTE ATRAVÉZ DO SITE: http://www.procon.sp.gov.br/atendimento.asp

Cidoc - Santos/SP orienta consumidores com relação às sacolas de supermercados

Os supermercados do Estado de São Paulo devem oferecer alternativas gratuitas para os consumidores transportarem as compras, segundo informou o Procon. O coordenador do Cidoc (Departamento de Informação, Defesa e Orientação ao Consumidor), Adelino Rodrigues, lembra que houve acordo neste sentido entre a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e a Apas (Associação Paulista de Supermercados).


As pessoas que não conseguirem as sacolas de graça em qualquer estabelecimento devem procurar o posto do Cidoc no Poupatempo (Rua João Pessoa, 246, Centro), de segunda a sexta, das 9h às 18h, e aos sábados, das 9h às 14h, com documento de identidade e, se possível, uma testemunha. Os supermercados poderão ser autuados e multados, diz Rodrigues. 


Para ele, a suspensão das antigas sacolinhas favoreceu os estabelecimentos comerciais. “Somos favoráveis à proteção ao meio ambiente, mas desde que não prejudique os consumidores”. 


Para Rodrigues, “a medida não vai resolver o problema, pois existem outras embalagens que poluem a natureza, como potes de margarina e sacos  plásticos de arroz”. O coordenador do Cidoc faz duas indagações: “O valor das sacolas retiradas de circulação, embutido nas mercadorias, será descontado? Os consumidores pagarão menos pelos produtos?